top of page
  • Foto do escritorNeemias Lira

ESCALA DE CINCINNATI-CUIDADOS COM AVC.


Acidente vascular cerebral (AVC) é a interrupção súbita do fluxo sanguíneo cerebral. Acontece quando vasos que levam sangue ao cérebro entopem ou se rompem, provocando a paralisia da área cerebral que ficou sem circulação sanguínea. É uma doença que acomete mais os homens e é uma das principais causas de morte, incapacitação e internações em todo o mundo.

Como o tempo no atendimento é fundamental, o diagnóstico diferencial entre o AVC Isquêmico e o Hemorrágico, deve ser definido mais rapidamente possível, realizado através de avaliação clínica confirmada pela tomografia computadorizada, que indicam edema cerebral em associação aos demais exames complementares, para determinação do tratamento adequado.

AVC hemorrágico ou acidente vascular cerebral hemorrágico se dá pelo comprometimento de alguma artéria cerebral. Dizemos que o AVC é hemorrágico quando há o rompimento de um vaso cerebral, ocorrendo um sangramento (hemorragia) em algum ponto do sistema nervoso. A diferença do AVC hemorrágico para o AVC isquêmico é o que segundo decorre da obstrução de uma artéria, e não de seu rompimento.

O atendimento pré-hospitalar deve centralizar-se na rápida identificação e avaliação do paciente com AVC agudo, seguido de um transporte rápido com notificação pré-chegada, para uma unidade com capacidade de administrar a terapêutica apropriada para o caso.

Sinais de risco para AVC isquêmico são aparecimento súbito de:

• Dormência na face, braço ou perna, especialmente de um lado do corpo;

• Confusão na comunicação (fala ou entendimento);

• Distúrbio da visão em um ou nos dois olhos;

• Alteração da marcha, tontura, desmaio, perda de equilíbrio ou coordenação;

• Dor de cabeça de causa desconhecida.

Os sintomas do AVC hemorrágico aparecem sem sinais de alerta:

• O aumento súbito do volume de sangue intracraniano eleva a pressão e causa cefaléia intensa.

• Dor na nuca, visão dupla, náusea e vômito, perda da consciência ou morte.

O prognóstico do AVC hemorrágico é pior e o índice de óbitos maior em relação ao AVC isquêmico.

Escala Pré-hospitalar para AVC de Cincinnati (Cincinnati Pre hospital Stroke Scale – CPSS)

Com o nome devido à localidade onde foi desenvolvida, utiliza a avaliação de 3 achados físicos em menos de um minuto:

1. Queda facial

2. Debilidade dos braços

3. Fala anormal


Paciente com aparecimento súbito de 1 destes 3 achados tem 72% de probabilidade de um AVC isquêmico, se os 3 achados estiverem presentes a probabilidade é maior que 85%.

A educação da Comunidade é uma estratégia essencial para fazer identificação e prevenção dos fatores de risco de AVC, a constatação de sinais e sintomas que o paciente apresenta e a rápida busca, pelo paciente, seus familiares ou amigos, de um Serviço Médico de Especializado em tempo hábil para um tratamento efetivo. Para reduzir os fatores de risco de AVC, deve-se orientar a população para fazer uma alimentação balanceada, evitar a obesidade, parar de fumar e praticar exercícios físicos regulares. O tratamento de certas doenças como hipertensão arterial, diabetes e fibrilação atrial, pode diminuir o índice de AVC.

Apesar dos avanços no diagnóstico e no tratamento do AVC, muitos pacientes não recebem o tratamento ideal porque são excluídos do protocolo devido à perda de tempo. Para melhorar o atendimento e o prognóstico do pacientes com AVC é necessário um amplo esclarecimento da população sobre os sinais e sintomas do AVC, da necessidade de acesso rápido ao atendimento médico, para minimizar os riscos, diminuir as sequelas e reduzir o índice de mortalidade pós-AVC.

Venha fazer o curso com a gente.

Curso de APH Avançado.

"Uma escola de Bombeiro Civil que ensina para a vida."

21.546 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


LOGO WHATSAPP.png
bottom of page